Artesanato,  Casamento,  Desenho,  DIY,  faça-você-mesmo,  Na Cozinha

2# As Lembranças

Continuando a história do nosso casamento neste segundo post comemorativo, vou contar como fizemos as lembrancinhas para os convidados.

Desde sempre eu sabia que as lembranças do casamento deveriam atender aos seguintes requisitos: 1˚ ser algo útil, 2˚ não descartável, 3˚ singelas e 4˚ feitas em casa. Aí que minha mãe é uma cozinheira de mão cheia e as memórias que tenho da infância ajudando a mexer panela de doce, ou cortando massinha de bolacha de goiabada (entre outras memórias que envolvem papel, tesoura e cores…). Então nós achamos uma boa idéia presentear os convidados com potinhos de geléia caseira, e assim foi.



Uns dois meses antes a mãe comprou morangos congelados na cidade vizinha de onde minha família mora, Pinheiro Preto, conhecida na região como a “Capital da Fruta”, já ouviram falar?! hehehe Enfim, lá foi ela e seus 20 kilos de morango fazer geléia, mexer panela, misturar açúcar e saber o que era a tal da pectina (porque fazer geléia pouca é uma coisa, mas fazer em quantidade e todas ficarem iguaizinhas tem lá seus truques).

Nós até que tentamos ajudar, mas acabamos é fazendo bagunça, e o André, beliscador que é, não resistiu à rapa da panela. Eu como boa formiga que sou, não podia deixar isso barato!

Depois dos vidrinhos cheios de geléinhas deliciosas, fiz um rótulo personalizado, seguindo o padrão do convite. Como o vidrinho era sextavado e abaolado, imaginei que o vidrinho era um corpinho, fiz um molde da “roupinha” cheia de “pences” embutidas, para que servisse bem, estava feito um protótipo de rótulo. Depois de uns testes na impressora de casa e vendo que caberia o desenho  imprimi todos em papel adesivado. Recorte e colagem e multirão familiar pra colar os adesivos nos vidrinhos. Nesta etapa acabamos gastando com a compra dos vidros e com a impressão dos rótulos. A dica para economizar na aquisição dos vidros de geléia é comprar em lojas especializadas de embalagens. Lá se consegue descontos na compra de  quantidade. Estes que usamos minha tia comprou em Curitiba e custou pouco mais de R$1,00 a unidade já com as tampinhas. A impressão do rótulo pode ser feita em impressora caseira jato de tinta, o papel adesivo A4 pode ser encontrado em qualquer papelaria.Essas fotos abaixo são do Matheus Alves, que fotografou a cerimônia e a festa. E assim foi como ficaram os vidrinhos  no salão, encontramos lá na pousada um armário de tronco de árvore, bem rústico, e as rendinhas foram trazidas providencialmente pela sogra, lá de Ourinhos (como ela adivinhou que caberia direitinho?). Ah, o improviso!

Encontramos na pousada um armário perfeito para colocar os vidros  de geléias

Mais uma etapa estava pronta! E é um alívio quando se conclui algo a algumas poucas semanas antes do casamento…  Nesse meio-tempo, o vestido da noiva ia ficando, ficando, ficando…mas isso é história para outro post.

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*